Os fatores que determinam o ganho excessivo de peso são complexos e podem ter origem genética, metabólica, ambiental e comportamental.
Muitos pacientes obesos buscam a cirurgia bariátrica como forma de tratamento para o excesso de peso e, normalmente nestes casos, nos deparamos com pacientes que se sentem fracassados pelas inúmeras tentativas de dietas. Além dos aspectos psicológicos como isolamento social, estresse e alterações no humor, trata-se de pacientes que convivem com o medo de sofrerem mal súbito devido às doenças comumente associadas como pressão alta, diabetes, problemas do sono, ortopédicos entre outros.
Para realizar a cirurgia bariátrica o paciente deve contar com a avaliação de uma equipe multiprofissional, inclusive, avaliação psicológica.
A avaliação psicológica visa determinar o quanto o paciente se encontra em condições emocionais para realizar a cirurgia ou se ele necessita de maior preparo para se submeter à cirurgia.
Mais importante ainda é o acompanhamento psicológico após a cirurgia bariátrica para que auxilie o paciente na adaptação e mudança do estilo de vida de forma geral.
O comprometimento e preparo emocional para o enfrentamento de todas as etapas do processo é fundamental para que a cirurgia bariátrica tenha êxito como parte do tratamento para a obesidade.

Faça avaliação e acompanhamento com profissional especializado!

Deixo aqui o meu convite!

Trabalhe e fortaleça suas emoções!